Mar da Poesia


 

 

 

 

Humana 

 

Ás vezes, neste mundo desvairado

Piso em flores que desmereço

Como as maçãs que não mereço

E lanço ao olvido o brilho das estrelas,

Que cai de graça sobre a minha cabeça.

 

Arrependida, olhos fixos no solo

Procuro cada pétala, cada casquinha da fruta,

Ou resquícios cintilantes sobrando ao remonte,

Enconchada na carapaça aquecida

das desculpas esfarrapadas.

Confesso então, minha condição: Sou humana.

E por vezes, afeita a despedidas.



Escrito por Jeanete Ruaro às 09h26
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

 

Riso farto

Você veio

Enlaçou-me o corpo

Recluiu-me os seios

 

Mãos ao declive

(Ardente sarça

Eriçou-me até a alma)

 

Da pele em pêlo

Amansada a chama,

Gravitam meus pêlos

Em tua palma



Escrito por Jeanete Ruaro às 09h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

Tempo

 

Entreguei-me a ti

sabendo apenas

que eras o senhor da razão

Lírica, e em anseios

deleguei-te versos, votos, receios...

Porque és coisa certa,

e me acataste derriça, sou nada.

Chave da alma perdida do cinto

C-o-r-p-o deletreado num labirinto

Perdi-me de mim.

 



Escrito por Jeanete Ruaro às 15h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

 

Deixa que apenas por um instante

teus olhos, feito turistas ansiosos,

percorram cada recôndito do meu ser

Viaja, e quando retornares desta viagem,

encontrarás na tua bagagem              

sob a prata dos teus cabelos

a  história da minha vida.

Conhecendo-a, te conhecerás por inteiro,

pois sou tua outra metade.

 

J/R



Escrito por Jeanete Ruaro às 09h06
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sul, SAO LEOPOLDO, CENTRO, Mulher, de 56 a 65 anos, Portuguese, German, Arte e cultura, Informática e Internet
Histórico
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/06/2004 a 30/06/2004
  01/05/2004 a 31/05/2004
  01/04/2004 a 30/04/2004
  01/03/2004 a 31/03/2004
  01/02/2004 a 29/02/2004


Outros sites
  >>Prosa&Verso encadeados<<
  Blue eyes- Lisieux
  Carlos Besenr
  Álvaro
  Anucha Mello
  Crys
  proseando com Mariza
  Palimpnoia
  Neusimari
  Antes fosse agora
  Ricardo Mann
  Ardeamor
  Bragalia
  dbellentani
  Graças
  Digressiva Maria
  Fala Poética
  luiz Tarciso
  Fragmento
  Agrestino
  Concretismo
  Lu-letras divrsas
  Loba
  Poesia&cia
  Poesia sim
  hotwheels -Mário
  Bel- belavida
  Dora Vilela
  Alex
  Ponto- Gê Geórgia
  Ponto De Vista
  Palavras ao vento
  Retalhos- Dora Vilela
  Escondidas
  Empórium
  José Maria Poesias
  Kátia Maués
  Retalhos e pensamentos
  Colcha de retalhos -Dora
  Rogério Simões- Poemas
  Mário Cézar -Coivara
  Zumbi escutando blues
  Diana Dru- Entre laços e nós
  Leo
  Revelações- Dequinh@
  Pinho
  Uma janela para o mundo
  Jucier
  Márcia Maia
  Marcia Maia
  Adelaide Amorim
  Weder poeta
  Lu -poetar
  Andre- Quintaldecasa
  Poros e cendais- Antoniel
  Espaço livre- Julia
  Dira Vieira
  Poligrafia
  Moacy Cirne
  Canteiro de obras
  Maria Borges
Votação
  Dê uma nota para meu blog